Notícias UNIPAC

Caderno de Colorir é criado e produzido por alunos de Arquitetura e Urbanismo do UNIPAC

O caderno conta com 96 páginas e são ilustrados 20 museus

O trabalho foi realizado em disciplinas ministradas pela Professora Marcillene e apresentado como Projeto de Extensão

Os alunos do curso de Arquitetura e Urbanismo do UNIPAC Barbacena realizaram um trabalho impecável ao criar um Caderno para Colorir. A atividade faz parte das disciplinas “Perspectiva e Sombra” e “Desenho Artístico”, respectivamente do primeiro e segundo semestre, ministradas pela professora Marcillene Ladeira. Além disso, o trabalho foi apresentado como Projeto de Extensão.

A professora Marcillene explica que a proposta de criação nasceu em meio ao contexto de pandemia que o mundo vem enfrentando. “O caderno apresenta resultados técnicos das habilidades dos alunos, os quais, sem perder o foco de estudo, abraçaram essa causa, disponibilizando desenhos em preto e branco, cuja ação de colorir liga-se a estratégias terapêuticas, como o relaxamento e o prazer”, destacou.

A compilação desse caderno teve como referência a “Coleção Folha de São Paulo”, publicada em 2009, que reúne a representação gráfica de 20 Museus entre os maiores do mundo. Os desenhos estão divididos em: fachada, planta baixa, bem como algumas obras de arte e/ou detalhes de arquitetura ou do entorno do museu.

Para o aluno Caio César Ferreira, do 2º período, a atividade foi de extrema importância e aprendizado. “O trabalho foi desenvolvido com a intenção de estimular a criatividade e o potencial de cada aluno na realização dos desenhos. Com o auxílio da professora, se tornou possível realizá-lo de maneira prazerosa, utilizando novas técnicas e obtendo resultados variados, revelando a identidade de cada aluno através de seu traço”, comentou o aluno.

Por meio da arquitetura, é perceptível a continuidade e a conexão do ser humano com os desenhos desde a antiguidade, como explica a aluna Priscila Carvalho, do 9º período: “O homem, desde os seus primórdios, mantém vínculo com os desenhos, podemos notar que o traço é uma forma de comunicar e expressar, como nas pinturas rupestres encontradas nas cavernas há milhares de anos. O trabalho executado com a professora Marcillene oferece conhecimento, aprendizagem e além de tudo, é arte para a vida dos estudantes. O mesmo desenvolveu técnicas, conduziu a criatividade que há em cada um, abrangeu a imaginação, a autoconfiança, modificou a visão do aluno em relação à arte. Acredito que o trabalho executado ao decorrer da etapa trouxe para nós, alunos, um novo olhar. Foi prazeroso e o resultado através da arte do desenho se tornou algo significativo na vida acadêmica. Parabéns, Marcillene pelo trabalho e dedicação!”, completou a acadêmica.

Há também no exemplar trabalho executado pelos alunos e a professora Marcillene, um breve texto explicativo e o link oficial do site de cada um dos museus representados. Além de versos salpicados dispostos ao longo do produto, de modo que a poesia marque, igualmente, presença. “Quero dizer que a metodologia utilizada neste período, entre elas, estando ligada ao Caderno de Colorir, me ensinou muito. Principalmente, como definir as formas de objetos ou paisagens, usando lápis, pincéis e canetas. Espero professora, que nos próximos períodos, a senhora possa continuar usando esta técnica para ensinar todos aqueles que queiram aprender cada vez mais; e atingirem no final de seu curso, o nível de excelência. Meu muito obrigado”, finalizou o aluno Sérgio Romano Quintão, do 9º período.