Notícias UNIPAC

Bibliotecária da UNIPAC participa do curso de aperfeiçoamento CAPAGIIC Saúde, promovido pelo Ministério da Saúde

A Bibliotecária da UNIPAC, Rosy Mara Oliveira, foi uma das profissionais selecionadas para participar do Curso de Aperfeiçoamento em Gestão, Informação, Inovação e Conhecimento em Saúde

O curso tem como objetivo ampliar as habilidades informacionais, visando a universalização e a equidade da informação na saúde pública, para todos os cidadãos brasileiros

A Bibliotecária da UNIPAC, Rosy Mara Oliveira, foi uma das profissionais selecionadas para participar do Curso de Aperfeiçoamento em Gestão, Informação, Inovação e Conhecimento em Saúde – CAPAGIIC-Saúde. O curso é resultado de uma parceria entre o Ministério da Saúde e a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) sob a justificativa de identificar e consolidar a construção coletiva da interação entre as unidades informacionais (bibliotecas, centros de informação, centros de pesquisa) que atuam na área da saúde.  

O curso de aperfeiçoamento, oferecido na modalidade EAD, irá utilizar o ambiente virtual de aprendizagem Moodle. Será conduzido em três módulos, distribuídos no decorrer de 1 ano e meio (3 semestres), com conteúdo e atividades síncronas e assíncronas, com carga horária de 750h e certificação aos participantes.   

O objetivo do curso é que profissionais do Ministério da Saúde e bibliotecários cadastrados na Rede BiblioSUS ampliem suas habilidades informacionais, propiciando a promoção, estratégia e planejamento estratégico da instrumentalidade da recuperação e disseminação da informação, visando a universalização e a equidade da informação na saúde pública, para todos os cidadãos brasileiros.

“Historicamente, a Ciência da Informação e a Biblioteconomia, desde os seus surgimentos, têm vivenciado mudanças expressivas em suas práticas, em decorrência das evoluções e das necessidades informacionais da sociedade. Atualmente, no contexto da expressiva presença das tecnologias, indispensáveis para o armazenamento e o gerenciamento da informação e da pandemia da COVID-19, que acelerou o crescimento da produção informacional científica nunca visto anteriormente, a necessidade de capacitações do bibliotecário é emergencial”, explicou a bibliotecária Rosy. 

Nesse contexto, as relações entre a Ciência da Informação, a Biblioteconomia, e os cursos da área da saúde se divergem, considerando seus objetos e métodos de estudo e trabalho. Mas, considerando a perspectiva da intervenção social, as relações se convergem, uma vez que o bibliotecário-clínico pode atuar na estruturação e organização das unidades informacionais (universidades, clínica-escolas, hospitais universitários, centro de pesquisa etc.) estruturando, organizando, analisando e disseminando diferentes tipos de informações clínicas, realizando pesquisa bibliográfica em bases de dados para que a equipe clínica possa se apropriar da informação e criar conhecimento. 

A bibliotecária Rosy Oliveira, responsável pela Rede de Bibliotecas da FUPAC, destacou a importância do curso, contextualizado à realidade das IES. “No âmbito das universidades, as bibliotecas universitárias são instituições apropriadas para articular a rede de troca de informações para atender aos membros da comunidade acadêmica (docentes, discentes e técnico-administrativos), além da comunidade externa, uma vez que as instituições de ensino superior têm como objetivo principal desenvolver e apoiar as atividades de ensino, pesquisa e extensão”, destacou.

No curso, serão abordados temas como gestão pública, informação e conhecimento em saúde, por meio de sistemas de informação, gestão estratégica da informação e do conhecimento, marketing de serviços em saúde, estratégias de divulgação científica, literacia e alfabetização em saúde, serviços e produtos em mediação da informação, ciência aberta, métricas da informação em saúde, repositórios e redes sociais, redes e comunidade de ação, conceitos de desinformação, pós-verdade e desordem informacional, checagem e validação de informações, produtos da representação da informação como ontologias, taxinomias e mapas conceituais, gerenciadores de referências em saúde dentre outros temas. 

Na proposta do curso Gestão, Informação, Inovação e Conhecimento em Saúde – CAPAGIIC-Saúde, o Ministério da Saúde reconhece que a atuação do bibliotecário é ampla e diversificada, envolvendo processos de gestão, mediação e disseminação e podendo atuar em diversas atividades no campo da saúde.